18 DIAS


18 dias 1.jpg

No primeiro dia, te esperei.

No segundo, esperei também.

No terceiro, torci para estar com você.

No quarto dia, se fez silêncio.

No quinto, temi não te encontrar.

No sexto, lembrei de teu silêncio

Que diz nada, mas diz tudo.

Muitas vezes há de falar,

Outras quer apenas escutar, rir e sonhar.

Sem nada a contar.

Disse que chegaria no nono dia, mas não chegou.

No dia seguinte nenhum sinal, nenhuma mensagem.

Sabia que também não a veria no décimo primeiro dia.

Olha que ironia, ironia do destino nesses últimos dias,

Tão perto e tão longe, ao mesmo tempo.

Mas isso de nada importa.

Um dia lhe mostrei um conto, sobre um lobo,

Um lobo solitário

Que vivia a protege-la, a sempre lhe esperar.

Sei que não sou seu salvador, o herói a lhe ajudar,

Talvez seja esse meu sonho,

Mas não é bem assim.

Posso ser seu lobo solitário a te vigiar,

Mas talvez não consiga te proteger.

Isso que é o difícil de admitir para mim mesmo:

Não poder lhe garantir nada,

Além de minha presença aqui,

Minha espera inacabável por você.

Isso pode significar nada, apenas te esperar.

Quero de alguma forma te proteger…

Te abraçar

Porque não sou nada sem você,

Mesmo que um dia tudo eu possa conquistar.

Nenhum dinheiro do mundo pode substituir você.

Eu sou alguém que sem você

Tudo perde sua razão

Pois você é meu coração.

Me ensinou a ser alguém,

Me ajudou a ser quem sou,

Quem me tornei.

Hoje sei que sou capaz,

Me disse que temos que ser autossuficientes

Temos que ter amor próprio,

Devemos saber ser sozinhos,

Mas nunca devemos desejar estar sozinhos!

Não devemos nos tornar eremita, lembra?

Não depositar nossa felicidade em outro alguém.

A felicidade está dentro de cada um,

Ela depende só de nós.

Dito isso, preciso esclarecer que…

Quando digo que sou nada sem você,

Não estou projetando a minha felicidade em você,

Quero, na verdade, dizer:

Você marcou minha alma de forma tão profunda

Que cada suspiro, cada sorriso, cada preocupação,

Cada abraço, cada lembrança com você

Faz parte de mim, faz parte de meu coração,

Parte do meu ser.

25 anos atrás em seu primeiro suspiro,

Em seu primeiro berro,

Nascia uma mulher de tamanha grandeza,

Uma mulher boa e generosa,

Que dribla os obstáculos

Na esperança de dias melhores,

E isso é algo vitorioso.

Uma lutadora, uma batalhadora,

Uma mulher capaz de coisas extraordinárias,

Alguém que descobriu a nobreza…

No gesto mais puro, se doar por outro alguém

Protege sua família, protege as pessoas que gosta,

E luta por elas.

Faz do impossível possível para proteger,

Mesmo que você é quem precise dessa proteção.

Após todos os abalos e obstáculos

Permanece em pé, forte, mesmo que frágil…

Se mostra forte.

Não tenho palavras o bastante para lhe descrever,

Apenas digo que a sua luz me tocou

E me sinto grato por sua existência,

Grato por sua presença,

Agradeço cada segundo por ti.

No décimo segundo dia, a espera de um “zap” encontrar.

Décimo terceiro dia, cada segundo eterno a passar.

Cada dia sem te ver, mas falta você me faz.

Assisto séries de TV, esperando você para comentar.

Escrevo versos de outrem,

Querendo apenas falar sobre você.

Seu sorriso, nossas conversas, conversas filosóficas,

Conversas sobre a vida, conversa sobre as séries.

Cada episódio com você quero comentar,

A cada season finale te esperar.

Décimo quarto dia, uma vez eu estava a falar:

“Para sempre vou te esperar”

Décimo quinto dia, cada segundo me enlouquece

Quer saber, mesmos que céus e terras estremeçam

Resistirei firme, enfrentarei tempestades e marés,

Para te encontrar, estarei a te esperar.

Décimo sexto dia, a saudade estava a me apertar,

Mas como eu disse:

Nunca ei de te abandonar,

Mesmo que nunca saiba onde estará,

Estarei aqui a te esperar.

Décimo sétimo dia, uma mensagem de madrugada recebi,

Estava a dormir, acordei com suas palavras a me confortar,

Mesmo você apenas relatando seus medos, estava a compartilhar.

Não importa que horas seja, o dia que seja, aonde eu esteja,

Estarei aqui a te esperar.

Enfim, o décimo oitavo dia, pude te encontrar!

Seus olhos a brilhar, alegria de te ver,

A alegria de te abraçar

E poder te falar pela milionésima vez

Que te amo e a felicidade que sinto

Ao te encontrar.

Todos esses momentos…

Vão sempre compensar

Cada segundo a te esperar

Porque cada segundo com você

É uma alma a compartilhar.

18 dias1.jpg

***
RIP ALAN RICKMAN / ETERNO SEVERUS SNAPE

Ei? Se você gostou do texto curta e compartilhe, volte sempre! Ainda tem tempo de ler mais um texto? Então confere nosso post homenagem
ao ator Alan Rickman que interpretou Severus Snape no cinema. Clique na imgem ao lado

 

Advertisements

2 thoughts on “18 DIAS

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s