O GRANDE SHOW DE HORRORES


**Scroll down the page to read the english version**FREAKSHOW.jpg

Vivia a vida como se não houvesse nada que pudesse derrubá-lo, vivia entra a dança e a imaginação, sempre viveu entre risadas, era a piada, aquele que não levavam a sério. Nunca dera ouvido aos risos, as piadas, aos insultos ou a indiferença, ele tinha o seu próprio mundo, o próprio espetáculo. As luzes se apagavam, então os holofotes se ligavam, não estava mais em sua sala, estava em seu próprio palco, se apresentando para uma vasta plateia, podia parecer um show deprimente, um verdadeiro circo dos horrores, pois naquele lugar vazio, mas lotado em sua mente, fazia o mais belo show. Todos podiam fazer as piadas, podiam achar deprimente aqueles momentos, mas ele estava em perfeita harmonia consigo mesmo, viajando para outros mundos, os problemas não o alcançavam quando estava viajando na velocidade da luz até chegar em Marte, será que tem vida em Marte? O mundo tortura as mentes daqueles que não vivem ou que não estejam nos padrões normais, mas ele amava estar fora de qualquer definição. Podia parecer estranho e mesmo assim abraçava seu show de horrores, se expunha como uma aberração, afinal sempre valorizou o show. Sabia que não era um monstro, porém se sentia como tal, algo que estranhavam, que comentavam, que riam, que apontavam, mas nada disso importava enquanto tivesse o show e os aplausos de sua própria mente. Dançava no ritmo daquela música que questionava “Há vida em marte?” e adorava seu solitário show. Era verdade de que seus amigos não viriam prestigiá-lo, porém não se sentia triste quando estava com os movimentos de cada melodia em seu corpo, podia ser um deprimente show, mas ele podia sentir a sensação de algo maior através de seus próprios passos

O mundo anda muito frio, onde pessoas desesperadas estão gritando por ajuda sem serem ouvidas, se elas soubessem que todos podem participar daquele estranho show, todos estariam mais unidos, aproveitando a viagem até Marte. É hora do show! Ele está se preparando para o último ato, para o Grande Show de sua vida, ou seja, para o Maior Show de Horrores que já se viu, porque se o mundo o trata como intocável, digno de pena, como um verdadeiro esquisito ou maluco, ele tá pouco se fodendo para isso, ele vai aproveitar para fazer seu grande último show, mesmo que seja um “freakshow“.

As cortinas se abrem! Seu pai pediu para que se dedicasse, sua mãe sempre o amara muito, mas ele não viu nenhum deles na plateia, mas mesmo assim faria um grande show. O piano começa a tocar, ele começa a cantar, enquanto o mundo se mata, se destrói. A violência gratuita, o ódio generalizado, a falta de sensibilidade, a frieza, você não percebe? Olhe todas essas crianças morrendo! Olha a injustiça vencendo! Olha aqueles que morrem de fome! Olhe para aqueles que preferem decidir não amar! O mundo já é um show de horrores e porque ele então se tornou tal atração? São perguntas que não dá para se saber os reais motivos, ele só sabe que está no show mais vendido, aquele show dos que são excluídos, então sejam bem-vindos e vejam o último grande ato desse show! Ele sabe que você o vê como a aberração, mas ele vai fazer o melhor show para que você não reviva esse show de horrores que já é o próprio mundo, o homem já chegou na lua? Você já tocou a lua? Venham todos para mais esse último espetáculo de amor em Marte!

assinatura-phelipe-portugues

bota-pra-tocarlogo

O texto acima foi inspirado na música Life On Mars? do David Bowie, a inspiração desse texto veio enquanto eu assistia a 4ª temporada de American Horror Story: Freakshow, sei que o texto não tem nada ver em si com a série e nem com a música, mas a inspiração surgiu daí, então resolvi fazer um texto junto com uma edição do Bota pra Tocar, afinal LIFE ON MARS? é uma boa música, então aperte o play e aproveite a música.

OBS: Vou aproveitar e fazer um post sobre American Horror Story, então se você gosta da série, fique ligado para conferir em breve o post.

A seguir você pode conferir duas versões da música, uma interpretada por Jessica Lange na série e a outra é a versão original de David Bowie, sinta-se a vontade para escutar qualquer uma, as duas são legais, mas caso você não goste de american horror story ou não gosta de cenas de sangue (aparece só um pouco de sangue) ou se você tem medo de palhaço, assista ao segundo vídeo.

 

 

FREAKSHOW .jpg

He lived life as if there was nothing that could bring him down, he lived between dance and imagination, always heard the laughts, he knew he was the joke, he knew that no one would take him seriously. Never bothered with the laughter, the jokes, insults or indifference, he had his own world, the spectacle itself.
When the lights went out then the spotlight was on him, he wasn’t in his room, he was on the grand stage, performing for a wide audience, might seem a depressing show, a real freakshow. The empty place was crowded in his mind, it was the most beautiful show. The haters could laugh at him, they could think that it was depressing live those moments, but he was in perfect harmony with himself, traveling to other worlds, the problems couldn’t reach him when he was traveling at the speed of light to arrive on Mars, is there life on Mars? The world tortures the minds of those who don’t live or that aren’t in the normal range and he loved being outside any definition. Could seem strange, so he embraced his weirdness and he accepted be exposed as an aberration, after all, he loved to be the main show. He knew he wasn’t a monster, but felt as such. He danced in the rhythm of music that questioned “Is there life on Mars?” and loved his solo show. It was true that his friends would not support him, but didn’t feel sad when he was with the movements of each melody in your body, it could be a depressing show, but he could feel the sense of something greater through their own steps.

The world is too cold, where desperate people are screaming for help without being heard, if they knew that everyone can participate in that strange show, everyone would be more united, taking advantage of the trip to Mars. Silence! It’s show time! He is preparing for the last act , the Grand Show of your life , that is, the Greater Freak Show ever seen, because if the world treats him as untouchable , pitiable , like a real weirdo or crazy, he’s giving a fuck for it, he’ll make his last big show, even if everyone call it a freak show.

Showtime!
His father asked him to devote himself, to give the best shot in life, his mother always loved him very much, but he didn’t see both of them in the audience, but still would make a great show. The piano begins to play, he starts to sing, while the world is killed, destroyed. The violence, the widespread hatred, lack of sensitivity, coldness, don’t you see? Look at all these kids dying! Look injustice winning! Look at those who die of hunger! Look for those who prefer to decide not to love! The world is already a freak show and why did he then became such an attraction? These are questions that we’ll never know answer, he only know what’s the best selling show, the show those who are excluded. You all are welcome to see the last great act of this show! He knows that you see him as the monster, but he’ll make the best show for you to forget the horror show that is already the world itself, the man has reached the moon? Have you touched the moon? Come all for more this last show of love on Mars!

assinatura-phelipe-ingles

The above was inspired by the song “Life On Mars?” from David Bowie, the inspiration of this text came as I watched the 4th season of American Horror Story : Freakshow , so I decided to a text with an edition of LET IT PLAY, after all “LIFE ON MARS?” is a good song , then press play and enjoy the music.

Note: I will make a post about American Horror Story, so if you like the series, stay tuned to read soon the post.

Below you can check out two versions of the song , one performed by Jessica Lange in the series and the other is the original version of David Bowie , feel free to listen to either , both are cool, but if you do not like american horror story or do not like bloody scenes (appears only a little blood ) or if you are afraid of clown, watch the second video .

LOGO FÊNIX VERDE 2016©2016

Advertisements

One thought on “O GRANDE SHOW DE HORRORES

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s