Declarando Calada o Amor em Segredo /Silent Declaration of a Secret Love


>>ENGLISH VERSION AVAILABLE (CLICK HERE)<<


eu-estava-no-inverno-da-minha-vida

Eu quero saber mais do que você faz no seu dia, meu bem. Eu quero saber o quanto de você pode ser meu. A caixa de sapatos debaixo da cama está lotada de retratos apagados, poemas, cartas sem destino, pedaços de papel com reflexões e uma caneta de tinta velha, possibilidades desperdiçadas, devido a minha falta de coragem.

Entre nós dois há apenas amizade, “apenas” porque não sei ao certo, mas acho que te desejo mais, quero ser capaz de mais do que segurar nossos momentos de riso, onde eu te acho o homem mais admirável, a alma mais linda que a minha já conheceu e não manifestar esse desejo no toque dos nossos lábios, me faz pensar: até onde posso ir? Até onde meu coração disparará sem que as bochechas fiquem coradas na tentativa torpe de esconder minha excitação em te ter por perto?

Essa é a versão mais gostosa do medo, do incerto, desconhecido, a sensação mais vibrante do nunca tocado. Eu quero saber se você é capaz de amar o suficiente pra entender tudo isso. Se o seu sonho te faz mover ou te derruba e se sua queda no chão não fizer um som, se você entraria em pânico com medo de não mais existir ou por não ser capaz de alcançar as minhas mãos. Eu quero saber, meu bem, se você sangra quando se depara com as injustiças declaradas no horário nobre da televisão. Se você morre aos dias, a cada aperto no peito por não poder curar o mundo e as flores tristes e baldias daqueles que não tem com quem contar.

E se depois de um dia cheio, você vai aparecer apesar da tempestade de meteoritos que cai lá fora, apesar do choro da garça que não avista mais o horizonte esfumaçado. Eu quero saber, meu bem, se no dia que eu chorar em prantos e estiver prestes a acabar com tudo se você vai se esquecer do resto e me deixar descansar no seu peito. Eu quero saber a cerca da sua coragem, se ela acolhe meus medos, assim me embrenhar em você, me entregar. Se quando a terceira guerra mundial explodir você vai enfrentar o batalhão de choque nas ruas, se estaremos de mãos dadas perante a morte e a destruição. E se caminharmos por horas lado a lado e em silêncio se você teria vontade de me dar um abraço por alguns minutos.

Eu quero saber mais do que você faz no seu dia, muito mais. Sabe meu bem? Certa vez me perguntaram que animal gostaria de ser, como menina boba que era, respondia os mais comuns, como borboletas e joaninhas. Se hoje me perguntassem o que eu gostaria de ser, responderia um pássaro. Mas não apenas um pássaro qualquer, uma andorinha. Sim. É isso mesmo. Continua clichê, mas hoje isso tem um significado. Eu gostaria de ser uma andorinha, porque quando viessem os dias frios, eu poderia voar para bem longe em busca de calor, eu poderia ir ao seu encontro, pousar na soleira de sua janela e te observar enquanto repousa.

Hoje os dias frios chegam com tanta frequência, minha falta de coragem em me declarar para você, bate a minha porta com a maior das friezas, enquanto  meus amigos dizem que sou um “cubo de gelo”, eu desejo com toda minha paixão que você não se esqueça de mim, te quero tanto e fico imaginando se haveria uma remota possibilidade de você ao menos estar com seus pensamentos nos meus, nem que seja por um momento. Sabe meu bem? Não vivemos em pleno inverno, em frio constante, mas o frio vem das pessoas e ele me assusta, mas com você sinto-me tão aquecida e contemplada, preenchida, sinto fisgadas na espinha a cada entonação da sua voz a me dizer ‘eu te amo minha amiga’ mesmo como amigos, somos capazes de dizer isso sinceramente, mas será que você sabe que eu sinto? Que eu quero mais?

Será que você sabe meu bem, que eu desejo ouvir de você que somos como nos meus sonhos nas noites mais bonitas? E assim como uma andorinha, se eu pudesse voar para longe, um pouco mais perto de você em busca da distancia que parece ter entre nós, de seu calor humano talvez as coisas aqui dentro estivessem melhores, não estivesse tudo tão preso, tão reprimido pelo medo de estragar tudo que temos. Oh, meu bem, por Deus, eu preciso saber….Os pensamentos estão fluido com um turbilhão de sentidos e sensações as quais eu nunca imaginei sentir.

Será que você sabe e sente o que cada pedaço do meu ser deseja para nós? E a vida então, passaria fazer tanto sentido e todos meus anseios seriam deixados para trás e as coisas se organizariam em minha cabeça e a pulsação no meu peito seria feita em um alicerce que jamais cairia. E mais uma vez, seria como uma andorinha, fiel ao local de partida, eu voltaria para você de onde jamais sairia, me aninharia em seu coração, faria uma casa no seu peito, onde eu sempre pudesse me aquecer de você, onde eu pudesse queimar meu desejo e seriamos só um, unidos pelo amor e toda beleza que do céu existe, e o vento em nossas asas pairadas espantariam de vez o meu medo de te perder.

Eu estava no inverno da minha vida e os homens que encontrei pelo caminho eram meu único verão. À noite eu dormia e tinha visões de mim mesma dançando, rindo e chorando com eles. MAS TUDO MUDOU QUANDO ENCONTREI VOCÊ!

Meu amigo, meu melhor amigo. Eu amo você, meu bem. Que os céus queiram que você ame essa andorinha também!


DECLARANDO CALADA O AMOR EM SEGREDO

Escrito porassinatura-pamelacropped-fenix2017novo.png©2013 |05/11 às 19:47

 

Anúncios

6 comentários em “Declarando Calada o Amor em Segredo /Silent Declaration of a Secret Love

Adicione o seu

  1. Thank you for reading my blog. I’ve enjoyed reading your post and feel free to invite me to read any other specific posts at anytime. I’ve followed your blog. You have an incredible way with words and can feel the heart behind them 🙂

    Curtir

  2. Thanks for stopping by my blog and commenting and sending this link to your blog also. I really liked this post. It was really beautiful. I will be following your blog now. If you want me to read something specific like this send me a link anytime. Otherwise I will check in with your blog as much as possible. Happy blogging!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: