A tua mão / Your hand


ENGLISH VERSION AVAILABLE HERE

Eu não gosto de ficar em casa

É tudo tão quieto por aqui

Enquanto estou sangrando as veias da magoa

Deixo de acreditar em mim

Dou u enorme salto pra dentro de minha existência e

passo a ver o mundo por uma enorme janela

Eu que não tenho nada, fecho os olhos até a lua subir ao seu palco escuro

Acordo com o cérebro inchado de um sonho ruim

Dores de devasto peso na coluna das responsabilidades que nunca pedi

Mas na verdade, todo mundo tem uma responsabilidade aqui

As minhas são penosas, talvez  tivesse de me fazer mais forte

Todo mundo carrega um segredo, mas, os meus não me deixam durante o dia e durante a noite eles dançam comigo.

O que estou dizendo é que  a química tem sido uma grande amiga

Me trazendo para a vida de novo e de novo, espantando os fantasmas que sussurram em meu ouvido

Diz que vai estar comigo até o fim?

Me salva enquanto me jogo do abismo

Qual é meu prêmio?

Prometa que não soltará minha mão nunca?

Me pergunto quão difícil sair dessa seria.
Estou chapada de novo

Tudo parece ter mudado

Tudo parece mais frio e mais limpo da minha janela

Vejo as pessoas sorrindo e se amando

E eu não consigo ver o Sol

Diga meu nome bem alto

Isso é tudo para seu prazer, então diga..quem sabe eu te escute e mande um sinal de ajuda

Me resgata, faça-me nunca mais temer o amanhecer

Nada é divertido

Não como antes

A química tem sido meu grande amor

Preciso pelo menos quatro para me sentir leve como o ar

Você consegue me tirar daqui?

Fecho os olhos e atravesso através de espelhos

Entre paredes e ventiladores de teto

Minha mente diz, vamos embora

Mas, é tão fácil ficar

Está tudo tão quieto aqui

Minhas mãos flutuando no ar

Você consegue capturar isso dentro de mim

Sem as mãos ou com algemas

Eu estou tentado parar essa roda gigante com inexplicável jeito que me sinto

Fica comigo até o fim.

Alimente a boa loba cansada e faminta

Me salve desse abismo caucificado por mim

A química tem sido minha amante

Me pergunto quão baixo isso é

Estou suportando mil facadas

Você não viu e

Eu saltei pra dentro de mim

Estou chapada

Caminha comigo, segura minha mão?

Eu ainda estou flutuando nas trevas

Na esperança de poder repousar na palma da sua mão mais uma vez.

assinatura-pamela-portugues

maxresdefault-10

I don’t like to stay home

It’s so quiet here

While I’m bleeding veins of hurts

I fail to believe me

I give huge jump into my existence and

start to see the world through a huge window pane

I have nothing… so I close my eyes untill the moon shows up in the dark stage

Waking up to the swollen brain of a bad dream

Pain from the weight in the column of the responsibilities that I never asked for

But in fact, everyone has a responsibility here.

Mine are painful, I have to make me stronger.

Everyone carries secrets, but mine don’t leave me during the day and at night they dance with me.

What I am saying is that the chemical has been a great friend

Bringing me to life again and again, shooing the ghosts whispering in my ear

Could you say that you will be with me to the end?

Save me while I’m falling into the deep depths

What’s my prize?

Do you promise me that never will let loose my hand?

I wonder how hard it would be go out of this madness.
I’m high again

Everything seems to have changed

Everything looks colder and cleaner from my window

I see people smiling and loving

And I cannot see the sun

Say my name out loud

That’s it for your… so say it! Maybe I can listen to you and send a help signal

Rescues me, make me lose the fear of dawn

Nothing is fun

Not like before

The chemical has been my great love

I need at least four to feel light as air
Can you get me out of here?

I close my eyes and I go through the looking glass

Between walls and ceiling fans
My mind says, let’s go!
But, it is so easy decide to stay
It’s so quiet here
My hands floating in the air

You can capture it inside

No hands or handcuffs?

I’m trying to stop this giant wheel with inexplicable way I feel

Stay with me until the end

Feed the good wolf tired and hungry

Save me from abyss

The chemical has been my lover
I wonder how low this sounds
I am feeling stabs, a bunch of them

You didn’t see and

I jumped into me

I’m so high

Walk with me, hold my hand

I’m still floating in darkness

Hoping to rest in the palm of your hand again.

assinatura-pamela-ingles

05/12/2016 às 10:00

Advertisements

3 thoughts on “A tua mão / Your hand

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s