Espasmos noturnos de um fora mau cicatrizado / Nightly spasms from a bad healed end


ENGLISH VERSION AVAILABLE HERE (OR SCROLL DOWN THE PAGE)

texto

Eu só espero que, talvez, amanhã o frescor de um novo dia irá me levar para longe, esperando que os pensamentos sobre você irão desaparecer da minha mente e o amor que sinto irá se dissipar do meu coração. Mas esta noite a minha alma está à procura de sua melodia para encontrar paz, meu corpo está doendo ansiando estar perto de você, e o meu tolo coração está perdendo as batidas, porque sabe que nunca mais vai bater ao lado do seu.

É tudo sobre você, já nem sei mais o que estou fazendo aqui, talvez eu queira seu perdão…

As minhas lágrimas estão escrevendo dezenas de textos desse sentimento miserável e a única coisa que eu odeio mais do que amor é esse silêncio que eu nunca consigo quebrar e está me quebrando.

Naturalmente eu costumo agir como se não precisasse de nada e nem de ninguém, mas preciso de  você essa noite  e espero que eu possa encarar logo a luz da manhã.

Sei que me perdi de você, mas não foi por que não te amei, pra mim foi a poesia que você canta, as quais eu nunca entendi. Tivemos momentos que passaram despercebidos, pois você tinha um amor que eu nunca soube manter. Desculpe, esse é mais um texto sobre você e sobre nós, são tantos embaraços que eu nem sei por onde terminar essa minha saudade.

Ainda assim, se alguém me perguntar se já estive apaixonada, eu direi “nunca, jamais” um milhão de vezes, vou até rir um pouco disso e fazer parecer um “negócio da China” como ganhar na loteria, manter-me alheia a tão medíocre sentimento. Mas, quem entende disso? Eu tentei o amor milhões de vezes com você.

Eu vi cada parte de você e me apaixonei por cada uma delas, até mesmo as mais simples ou complicadas. Se houvessem galáxias de problemas em você, ainda assim, amaria cada uma delas.

Sei que você teve dúvidas, sei que disputou minha atenção com tanto afinco quanto a minha imbecil disputa de quem se importa menos, agora você não sonha mais ao meu lado e mesmo assim, continuo pensando em você de novo e de novo, conhecendo a infeliz posição de ter sido deixada por quem teve um amor próprio um pouco maior que meu ego e minha incapacidade de demonstrar o que sinto. Não estou muito certa de quanto tempo esse inferno irá durar e em que ponto meu coração vai se curar de você, mas, por ora, só quero que essa noite termine e que eu não escreva mais um desses meus melodramas estúpidos lamentando a falta que sinto de você.

pamelabottompost

text.jpg

Maybe the freshness of a new day will take me far away, hoping that the thoughts about you will fade from my mind and the love that I feel will be dissipated from my heart. But tonight my soul is in search of your melody to find peace, my body is aching, longing to be near you, and my heart is losing the beats.

It’s all about you, I no longer know what I’m doing here, maybe I want your forgiveness …

My tears are writing dozens of texts of this miserable feeling and the only thing I hate more than love is this silence that I can never break, it’s breaking me.

I usually act like I don’t need anything or anyone, but I need you tonight and I hope I can face the morning light.

I know I got lost from you, but it wasn’t because I didn’t love you, I swear I do, but I never understood the poetry you sing. We had moments that went unnoticed, because you had a love that I never knew how to keep. Sorry, this is another text about you and us, so many embarrassments that I don’t even know where it ends this homesickness.

Still, if someone asks me if I’ve ever been in love, I’ll say “never ever” a million times, I would even laugh at it and make it look like a “fairy tale”, like winning the lottery, keeping myself far away from this mediocre feeling. But who does understand this? I’ve tried love millions of times with you.

I saw every part of you and fell in love with each one, even the simplest or most complicated. If there were galaxies of trouble in you, you’d still love each of them.

I know you had doubts, I know that you fought for my attention as hard as my stupid contest of who cares less, now you no longer dream of my side and I still keep thinking about you again and again, meeting the unfortunate position of having been left  behind by one who had a self-love a little greater than my ego and my inability to demonstrate what I feel. I’m not sure how long this hell will last and at what point my heart will heal from you, but for now I just want this night to end and I hope I don’t write another one of those stupid melodramas lamenting the lack I feel from you.

pamelabottompost206/02/2017 às 08:00

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s