Caminhando Sobre Cinzas / Walking On The Ashes


ENGLISH VERSION AVAILABLE HERE (OR BELOW)texto

Por que eu não consigo apagar você dos meus sonhos? Você é o único sol que me queima dia e  noite, aos céus eu imploro para que você nunca saia do meu lado. Estou em chamas por você, caminhando sobre as cinzas em brasa quente, mesmo que eu te consuma com todo esse fogo, nunca será suficiente. Estou nesse jogo de vida ou morte apaixonada por você. Nunca mais serei a mesma, você modificou minha essência e tudo que eu esperava do amor. Eu sinto que sou capaz de tudo, sinto essa chama dentro de mim que nunca se apaga enquanto caminho sobre o perigo.

Eu vou subir na pedra mais alta de braços abertos para você. Vou navegar nas águas mais profundas, sem fôlego, ansiando tocar seus lábios. Vou mergulhar nos seus olhos de pedras castanhas, doce e calma. Quero te tocar devagar, alucinar seus sentidos. Quero a primazia do mais profundo desejo saciado. Diga meu nome, diga meu nome, ainda estou gritando: “AMOR já não sou eu mesma. Estamos sem tempo, preciso que saiba!”.

Como isso não pode ser boa coisa?

Em meus sonhos eu não posso apagar você. Quando tudo estiver acabado, ainda que meu espírito flutue no fundo da escuridão, clamando a vida após a morte. Mesmo após perder o céu, o sol e o ar que eu respiro, estarei caminhando sobre as cinzas do meu coração sem poder evitar a deleita e a tragédia de amar você.

pamelabottompost

 

text

Why can’t I erase you from my dreams? You are the only sun that burns me day and night, to the heavens I beg you to never leave my side. I’m on fire for you, walking on the hot red ashes, even if I consume you with all that fire, it will never be enough. I’m in this game of life and death in love with you. I will never be the same again, you changed my essence and everything I expected from love. I feel that I am capable of everything, I feel that flame inside me that never goes out while I walk on the danger.

I’ll climb on the tallest stone with open arms for you. I will sail in deeper waters, out of breath, longing to touch your lips. I will plunge into your brown-stone eyes, sweet and calm. I want to touch you slowly, hallucinate your senses. I want the primacy of the deepest sated desire. Say my name, say my name, I’m still shouting, “LOVE I’m not myself anymore. We’re out of time, I need you to know! “

How can’t this be a good thing? In my dreams I can not erase you. When all is finished, though my spirit floats in the depths of darkness, crying out the afterlife. Even after losing the sky, the sun and the air I breathe, I will be walking on the ashes of my heart without being able to avoid the delight and tragedy of loving you.

pamelabottompost201/06/2017 às 11:00

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: